Como escolher os pratos para servir à mesa?

Não sei se já contei por aqui, mas itens para servir à mesa são minha perdição. Não costumo achar nada caro, e já cansei de deixar de trazer outras coisas em viagens só para que meus pratinhos chegassem sãos e salvos!

Sim, pratos são meus itens favoritos, até porque penso neles como objeto de decoração – os mais lindos e especiais estão na parede da sala, pendurados como se fossem obras de arte.

pratos-para-servir

servir-a-mesa-ebook

Alguém mais se identifica com este carinho especial (e até meio possessivo) por eles? Confesso que sou super ciumenta com minhas peças, mas tô melhorando, juro. Rs. Ah, também sou bem apegada à Carly Simon, e a versão de “you belong to me” não poderia ser mais propícia neste post.

Leia também:
5 dicas de decoração de mesa para a primavera
Mesa de jantar repaginada | Segredos para receber bem e impressionar

Pratos pra que te quero!

Para ficar mais fácil, gosto de pensar que os pratos para servir podem ser divididos nas seguintes categorias: uso, função ou material.

Quando falo de uso, me refiro aos pratos para servir que usamos no dia a dia e os que usamos em dias de festa. Todo mundo deve ter pratos bonitos para usar todo dia, mas gosto de pensar em um prato bem especial para uma ocasião, é tipo aquele vestidinho lindo que a gente guarda para quando vai dançar. Ah, e no dia que estou mais desanimada, é ele que vai para mesa na hora do almoço – deixa a vida mais bonita.

Tipos-pratos-dicas-pratos-especiais

No quesito função, é a clássica nomenclatura que quase todo mundo conhece: prato de sobremesa, raso, de sopa… E o divertido é que, apesar do nome explicar a função, é uma delícia poder quebrar estas regras: adoro servir uma sobremesa com bastante calda num prato mais fundo, por exemplo ou uma entradinha no prato de sobremesa.

Tipos-pratos-dicas-prato-metal

Em se tratando de materiais, o céu é o limite. Porcelanas, cerâmicas, faianças, vidros, cristais e opalinas. Só não curto muito materiais plásticos, tanto por questões estéticas quanto de saúde.

Acho interessante ter um mix de pratos de diferentes materiais, assim dá pra escolher de acordo com a ocasião. E, em uma ocasião informal, misturar os tipos – fica bem atual.

Tipos-pratos-dicas-mix

Quais pratos para servir à mesa devemos usar?

Vai servir um assado ou mesmo um churrasco? Adoro os pratos de cerâmica para isso. Por ser mais resistentes, aguentam melhor o atrito com a faca de carne, por exemplo. Além disso, tem um charme rústico que é essencial à ocasião.

Ah, também ficam incríveis usados como sousplat!

Tipos-pratos-dicas-ceramica-Le-Creuset1

Tipos-pratos-dicas-sousplat

Em um almoço ou jantar mais sofisticado, nada como uma bela porcelana. Complementa a aura de delicadeza e elegância que este tipo de evento pede.

Tipos-pratos-dicas-jogo-porcelana

Adoro pratos com vidros texturizados, opalinas e cristais em ocasiões festivas e descoladas: fica bem vintage e superchique.

Tipos-pratos-dicas-vidro-sousplat

Com mil e uma opções de pratos para servir, siga a minha sugestão e tenha um pouco de cada! E dá para ir namorando, comprando aos pouquinhos, garimpando… No fim, terá peças bem especiais e com significado.
E não tenha medo de “gastar” louça bonita: dá um up na mesa de todo dia e é um luxo nos dias de festa.

Até semana que vem!

Fotos: via Pinterest

priscila-mendes



Sobre Priscila Mendes

Food stylist, produtora de conteúdo, chef de cozinha, colunista do blog do Montacasa e criadora do site Banquet.

Siga Priscila Mendes nas redes sociais:

Facebook
Instagram

Deixe uma resposta