Moqueca Baiana x Moqueca Capixaba, tudo o que você precisa saber sobre essas delícias

Você sabia que nem toda moqueca é igual? Acredite se quiser, quando falamos de um dos mais tradicionais pratos brasileiros logo percebemos diferenças significativas entre a Capixaba e a Baiana, mas você sabe quais são?

01-moqueca

O cozido de peixe com os mais diferentes temperos é a cara do Brasil: divertido e colorido. Esse é o resultado de uma grande mistura de ingredientes e tradições que foram adaptadas ao paladar de cada região.

De igual entre a Bahia e o Espírito Santo nós te garantimos que só há o nome, a montagem feita em camadas e alguns ingredientes como os frutos do mar e acompanhamentos. Porém o sabor, o aroma e a cor… Quanta diferença!

02-moqueca

A história da moqueca

A moqueca tem origem indígena e recebe esse nome da palavra “moquear”, que em tupi significa assar em fogo lentamente. Os índios colocavam as carnes e legumes numa grelha de varas ou em folhas de árvores cobertas por cinzas quentes, o chamado “moquém”.

03-moqueca

Diz a lenda Baiana que…

O Espírito Santo teria recebido esse nome devido a moqueca.

Três baianos estavam em viagem para o Rio de Janeiro e no trajeto pararam para comer. Pensaram em fazer uma moqueca, então pescaram peixes e cozinharam com o que encontraram, porém sem leite de coco ou azeite de dendê.

Quando os nativos da região provaram o prato ficaram maravilhados e até rezaram para o grupo, pois acreditavam que eles eram o Pai, o Filho e o cozinheiro o Espírito Santo.

E assim teria sido fundado um dos estados brasileiros.

04-moqueca

Mas, quais as diferenças entre a moqueca baiana e a moqueca capixaba?

O sabor diferente entre as moquecas está, basicamente, em alguns ingredientes diferentes.

É que na baiana eles optam por um prato mais condimentado, preparado com um conjunto de ingredientes. Já na capixaba, eles não gostam que o sabor do peixe desapareça, ele precisa apenas ser ressaltado.

Na Bahia, o tempero é sempre mais carregado. Foram suas raízes africanas que os inspiraram a usar o leite de coco, o azeite de dendê e o pimentão verde na receita.

Na Capixaba há a necessidade de ser preparada em uma panela de barro produzida pelas paneleiras de Vitória. Esse é um Patrimônio Cultural Brasileiro e uma iniciativa do Ministério da Cultura e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A medida se tornou possível por intermédio do Decreto Federal 3.551/2000, que instituiu o registro de bens culturais de natureza imaterial.

05-moqueca

Além disso, a moqueca capixaba é uma receita mais leve. Utilizam o coentro, ingrediente muito utilizado pelos portugueses em pratos com peixe, e o urucum também não pode faltar. Ah, isso sem falar que também há a presença do azeite de oliva. Ou seja, nessa versão só é permitido peixe, tomate, cebola, coentro, azeite de oliva e urucum/coloral, que tira a acidez do tomate e traz cor a receita.

Espera aí, está achando que vamos terminar o post sem uma receitinha? De jeito nenhum, anota aí os ingredientes para preparar uma deliciosa moqueca!

Moqueca Capixaba

Ingredientes:

1,5 kg de peixe fresco (robalo ou badejo);
3 maços de coentro;
3 maços de cebolinha verde (opcional);
2 cebolas brancas pequenas;
4 tomates;
3 limões;
1 colher de sopa de azeite de oliva;
Sementes de urucum;
2 colheres de sopa de óleo;
Sal fino

Modo de Preparo:

O peixe deve ser limpo e cortado em postas de mais ou menos 5 cm. Em seguida coloque-o marinando com água, limão e sal.
Dica: não esqueça de separar a cabeça, pois ela poderá virar um delicioso pirão.
Na panela de barro coloque o óleo e o azeite de oliva e em seguida arrume as postas para que cozinhem por igual.
Acrescente em cima do peixe primeiramente o coentro, seguido do tomate e por último a cebola. Regue com azeite e suco de limão.
Separadamente frite as sementes de urucum em um pouquinho de óleo e retire-as. Despeja o óleo por cima dos ingredientes que já estão na panela.
A receita deverá ficar no fogo alto por, mais ou menos, 25 minutos.

Dicas Importantes:

Cozinhe com a panela tampada.
Quando a moqueca começar a ferver chegou o momento de ajustar o sal.
Nessa receita você não deve colocar água e em mexer nos ingredientes.
Você pode dar uma balançadinha na panela (cuidado para não se queimar. Utilize um pano de prato ou luvas!), às vezes, para que as postas não grudem no fundo.

06-moqueca

Moqueca Baiana

Ingredientes:

Postas de peixe (badejo, cação, ou o de sua preferência);
3 tomates;
2 cebolas;
1/2 pimentão colorido (pode ser um de cada);
1 dente de alho amassado e picado;
2 colheres de sopa de azeite de dendê;
Leite de coco;
1 limão;
1 colher de sopa de sal
Coentro fresco;
Pimenta do reino;
Pimenta dedo-de-moça (opcional);
300 g camarões (opcional)

Modo de Preparo:

Lave as postas e tempere-as com limão, sal, alho, coentro e pimenta do reino.
Se optar por fazer a receita com camarão, não esqueça de limpá-lo e temperar com limão.
Os legumes devem ser cortados em rodelas de, mais ou menos, dois centímetros de espessura. Não esqueça de retirar as sementes dos pimentões.
Forre a panela com os legumes. Primeiro coloque as rodelas de cebola, uma vez que elas aguentam melhor o excesso de calor. Em seguida faça uma camada de tomate, pimentões e um pouco de coentro. Será essa base a responsável por proteger o peixe para que ele não grude na panela. Se estiver com tempo é bem legal deixar a moqueca marinando por, mais ou menos, 15 minutos.
Lembre-se que o peixe é mais rápido de cozinhar do que os legumes, por isso, acrescente as postas somente após o cozimento dos legumes.
A receita deverá ficar no fogo alto por, mais ou menos, 25 minutos. É bacana também regar, de vez em quando, com um pouquinho azeite de dendê e leite de coco.

Ah, e não esqueça de fazer o arroz branco e o pirão, afinal, eles são o acompanhamento inseparável de uma boa moqueca e jamais poderiam ficar fora.

Bom apetite!!

Não pode faltar: a moquequeira!

E é claro que não poderíamos deixar de falar também sobre a importância de ter uma panela específica para cozinhar esses pratos, a nossa queridinha moquequeira. E a Manufakt, uma de nossas lojas parceiras, tem modelos de cerâmica maravilhosos da Ceraflame, desenvolvidos para o preparo de moquecas, mas que também podem ser utilizados para preparar e servir diferenciadas receitas.

07-moqueca

As peças contam com duas alças e um furo na tampa de vidro, que facilitam a saída do vapor do cozimento dos alimentos e a visualização da refeição que está sendo preparada. São produtos baixos, que têm sua superfície de contato com o ar maior. Portanto, a evaporação e o processo de redução de caldos nestas peças, por exemplo, é muito mais rápido do que em um produto mais alto, facilitando assim o preparo da sua moqueca!

Confira aqui todos os modelos disponíveis e equipe a sua cozinha com qualidade e beleza!

08-moqueca

Mas, e na cozinha, quando o assunto é essa adorável rivalidade, você é team Espírito Santo ou team Bahia? Conta para gente nos comentários!

Deixe uma resposta