Dicionário de decoração: fique por dentro dos termos!

É natural que algumas vezes, ao pesquisar por inspirações decorativas em livros e aqui mesmo na internet, nos deparemos com alguns termos estranhos, muitas vezes até estrangeiros. Pela semelhança com alguma outra palavra ou pela simples associação em uma frase, tentamos encontrar um significado para aquilo que é desconhecido, o que pode gerar uma interpretação errada. Por isso, fizemos este singelo dicionário de decoração, que traz palavrinhas um tanto quanto exóticas, mas que, na prática, você pode até conhecer muito bem.

Ao separar os termos, demos preferência pelas palavras pouco usadas na linguagem coloquial e que, por vezes, conhecemos por outro nome. Confira!

Os principais termos do nosso dicionário de decoração

A

Arcobotante: construção externa em forma de meio-arco, muito utilizada em edifícios góticos para aumentar a altura e dar mais imponência.

Arandela: tipo de luminária instalada na parede externa ou interna. Peça tem as mais variadas formas e tem por característica deixar o ambiente mais intimista.

B

Bandô: peça decorativa utilizada juntamente com as cortinas. Sua finalidade é ocultar os trilhos fixados no teto.

Boiserie: são aqueles filetes (ou molduras) de madeira que dão mais charme às paredes ou portas. Termo é de origem francesa.

Boleado: qualquer móvel ou outro material decorativo que possui superfície arredondada.

Brise: placas horizontais ou verticais colocadas na área externa da edificação que possui o objetivo de evitar a incidência solar direta no espaço. É um elemento arquitetônico que pode ter, inclusive, design diferenciado, por vezes, moderno.

C

Combogó: tijolo ou qualquer outro tipo de elemento perfurado usado para dividir ambientes. As pequenas aberturas possibilitam a entrada de ventilação e luz natural.

Calefação: sistema de aquecimento para áreas internas e fechadas.

Chaise: cadeira estofada com encosto. Por ter comprimento considerável, permite o pleno descanso das pernas também.

Craquelé: pequenas rachaduras no esmalte da porcelana que formam ranhuras irregulares.

Capitoné: acabamento utilizado principalmente em estofados e cabeceiras de cama, no qual o estofamento ganha botões.

Composê: é um termo utilizado tanto na moda quanto na decoração para designar a combinação de texturas e cores.

Croqui: é um esboço, pequeno rascunho de um projeto.

Claraboia: qualquer estrutura transparente colocada no teto ou bem no alto de uma parede para facilitar a incidência de luz no espaço interno.

D

Decapê: é a aplicação de gesso entre as fibras da madeira, o que resulta em uma peça esbranquiçada e mais lisa.

Deck: tábuas de madeira, geralmente colocadas em áreas externas da casa, que facilitam o escoamento da água em dias chuvosos.

Découpage: técnica artesanal que utiliza papel (gravuras) e cola como revestimento de móveis e até mesmo paredes.

Drywall: placa de reboco que substitui a tradicional parede e teto de alvenaria. Sua tecnologia interna que combina aço e gesso, possibilita a origem de uma estrutura resistente e de qualidade.

E

Estuque: tipo de argamassa feito com areia, cal, gesso e pó de mármore.

Ebanização: técnica para escurecer mobiliários, a fim de que fiquem com o tom parecido com o do ébano.

Estonado: efeito que gera contraste entre uma cor clara e o fundo escuro. É chamado também de pátina provençal.

G

Gazebo: estrutura toda aberta, apenas com teto, muito utilizada em jardins e parques. Pode ser feita de diversos tipos de materiais.

I

Ilhós: orifício por onde se passa uma fita ou bastão. São encontradas, por exemplo, em cortinas com varão.

K

Kitsch: estilo de decoração caracterizado pelo excesso de elementos coloridos no ambiente. É um décor barato e descontraído.

M

Matelassê: trabalho decorativo feito com máquina de costura em tecidos acolchoados.

Marchetaria: técnica que une diversos pedaços de madeira pelo encaixe, formando um mosaico.

O

Over: tanto na moda quanto decoração, é um termo que designa algo que está fora das tendências, brega, cafona.

P

Peanha: espécie de suporte decorativo fixado na parede, onde, normalmente, são colocadas esculturas.

Pé-direito: altura correspondente a medida do piso ao teto.

Pérgula: estrutura, geralmente de madeira, toda revestida por plantas, em especial, trepadeiras.

R

Recamier: estrutura estofada, parecida com o chaise, porém, pode não apresentar o encosto. É bastante usado perto da cama, na parte dos pés.

S

Sonex: placas de espuma usados para diminuir o ruído.

E aí, será que esquecemos de algum termo neste dicionário de decoração? Deixe sua contribuição nos comentários para aumentar o nosso vocabulário!

Com informações de Tudo Sobre Imóveis, Casa e Imóveis UOL, Tecnisa.

Deixe uma resposta