Dicas de como servir à mesa | O serviço à americana

Seguimos com a série de posts de como servir à mesa, que ajudam a desmistificar os tipos de serviço – afinal, receber deve ser uma diversão e nunca um drama!

Para embalar o serviço de hoje, vou com o americano Marvin Gaye, em “got to give up”, trilha delícia para uma festinha em casa:

Bem, vamos começar pelas características, em si… Divertido pensar nos países e fazer as associações, rs. Lembra que no post de como servir à mesa – serviço à francesa a ideia é passar uma formalidade, com mesa posta de forma mais clássica e comida servida já empratada? Acho super francês. Se não leu, o post tá aqui.

Ao explicar o tipo de serviço americano, talvez faça sentido. Aqui, a maneira de servir à mesa é mais despojada. Mesa posta é opcional, muitas vezes se come de pé, ou sentado em poltronas, sofás. Na maioria das vezes, os pratos estão empilhados ao lado da mesa de buffet, com os talheres arrumados ao lado.
É um jeito de servir muito mais prático, informal e econômico, já que dispensa o uso de tantos garçons, além de poupar um pouco o anfitrião, que fica menos preocupado e consegue aproveitar mais a ocasião.

servico-americana-dicas-buffet

aparelhos-de-jantar-montacasa

Ainda assim deve ter charme, beleza e harmonia, ou seja, as coisas precisam funcionar. Se quiser receber à americana, sugiro prestar atenção a alguns detalhes.

Servir à mesa com charme: mesa principal

Primeiro de tudo, é fundamental pensar onde a mesa principal estará fixada – e, neste caso, é a mesa em que fica disposta a comida. Ela deve ter espaço para fluxo de pessoas ao redor, com pratos em localização acessível: deixe o meio da mesa para um arranjo lindo, quase ninguém consegue chegar com o braço até lá!

servir-a-mesa

No caso de comidas quentes, um réchaud é bem-vindo – fica charmoso e mantém aquecido. Trabalhar com travessas e panelas bonitas à mesa, além de “alturas” diferentes, dá uma graça especial e deixa a mesa mais atrativa.

É sempre bom pensar que a comida deve ser reposta com frequência e, ao término, retirar a louça onde foi servida. Acho feio quando fica uma travessa vazia perdida na mesa.

Além da comida, essa mesa deve ter pontos de beleza: arranjos, um objeto de decoração bonito e, no caso de um jantar, velas. Só cuide para que fique em locais não estratégicos, assim não atrapalha o fluxo de nenhum convidado.

servico-americana-dicas-vasos

Detalhes que fazem a diferença: mesa de apoio

Resolvida a mesa principal, vamos à mesa de apoio, que também pode ser um aparador. É nela que devem ficar os pratos, talheres e guardanapos, já arrumados de uma forma prática.
Pratos podem ser empilhados, e gosto de talheres arrumados dentro dos guardanapos. Quem nunca pegou os talheres e teve que levantar depois porque esqueceu o guardanapo? Eu já. Olha que graça este arremate com laço de cetim!

servico-americana-dicas-talheres

Banner-saladeiras

servico-americana-dicas-pratos

No caso dos copos, depende: se há garçons, eles ficam responsáveis pelo serviço. Se não, ficam arrumados no aparador, ou mesmo em um carrinho antigo de bebidas – acho bem charmoso!

Do mais, a fórmula de servir à mesa é convidar bons amigos, ter ótima música e bebida gelada – não deixe faltar gelo, viu. E divirta-se, sempre!

Até semana que vem.

Fotos: via Pinterest

priscila-mendes

.
.
.
Sobre Priscila Mendes

Food stylist, produtora de conteúdo, chef de cozinha, colunista do blog do Montacasa e criadora do site Banquet.

Siga Priscila Mendes nas redes sociais:

Facebook
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.